Feira da Música 2013 já começou!

feira-da-musica

por Diná Matias | Casa Nordeste

Em 2013, a Feira da Música chega à sua décima segunda edição, e configura-se como uma plataforma colaborativa de música, formação e negócios, envolvendo os diversos elos e indivíduos ligados à cadeia produtiva da cultura. Utilizando-se das novas tecnologias e plataformas conectadas em rede, a Feira mantém sua atuação no tripé de música, formação e negócios, que envolve a Mostra de Música Independente, o Encontro Internacional da Música,  Rodada de Negócios e Feira de Expositores.

Neste ano, mais de 30 atrações se apresentarão nos dois palcos da Mostra de Música: Rock Cordel e Brasil Independente. Além dos dois palcos, o Estoril também será um ponto de encontro de artistas, produtores e participantes da Feira, recebendo a Festa de abertura do evento e jam sessions todas as noites após a programação do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura.

 O Encontro Internacional da Música é o espaço de formação da Feira. Consolidada como um campus temporário da Universidade das Culturas (UniCult), o evento recebeu, em 2012, o lançamento do ano letivo desta rede de conhecimentos livres, que ao longo do ano realizou centenas de ações de troca de saberes (circulação, vivências e intercâmbios). Em 2013 acontece novamente um grande encontro, marcado por oficinas, workshops, rodas de conversa, reuniões e conversas infinitas, com convidados de todo o país que estão desenvolvendo ações nas áreas da música, cultura digital, economia criativa, entre outras.

As Rodadas de Negócios proporcionam um ambiente empreendedor de trocas, promovendo o encontro entre produtores, distribuidores, selos, produtores de festivais e casas de shows e artistas. Com um formato de atuação alinhado ao novo desenho da cadeia produtiva da música, que estimula novos modelos de negocios, as Rodadas reúnem participantes com interesses em comum, e criam oportunidades de novos negócios.

Já a Feira de oportunidades e negócios é composta por estandes, feirão do disco, luthieria, produtores e artistas, espaços que também são considerados motivadores de negocios na roda econômica da música. Sendo esse um ambiente privilegiado de vendas, trocas, promoção e exposiçõs de produtos e serviços. A Feira de Negócios também adota a utilização de uma moeda complementar, a Patativa, que circula em diversos espaços durante o evento, fortalecendo os elos com a economia solidária.

A programação é gratuita, e acontece no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e Estoril. Confira a agenda completa de atividades: http://feiradamusica.com.br/programacao-2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + 9 =