Grito do Brasil Profundo para o Mundo

O festival Grito Rock desterritorializa fronteiras e fomenta uma rede de produtores que une vilarejos no interior do Brasil a grandes centros do mundo.

grito

Da Patagônia a Castanhal. O Grito Rock Mundo volta a conectar o planeta em 2014. O festival desterritorializa fronteiras e fomenta uma rede de produtores que une vilarejos no interior do Brasil a grandes centros econômicos do mundo. Realizado de forma colaborativa desde a sua primeira edição em Cuiabá — Capital de Mato Grosso, Centro Oeste brasileiro, o festival realizou apenas nos meses de fevereiro e março, 226 edições.

O formato em rede permite que a cada edição mais produtores compartilhem experiências e fortaleçam a cadeia produtiva da música e das artes integradas. Esse ano o grande diferencial foram as edições internacionais, que não só promoveram grandes eventos que marcaram o país como em Praia (Cabo Verde) e Quito (Equador), mas também expandiram as redes nacionais, realizando rotas dentro dos próprios países e conectando produtores, como ocorreu na Bolívia e Argentina, por exemplo. No Brasil as edições também não deixaram por menos e se expandiram em tamanho e qualidade.

Grandes artistas da cena independente nacional circularam entre os festivais como a rapper Lurdez da Luz que tocou no interior de São Paulo e Mato Grosso e muitas cidades com até 200 mil habitantes realizaram grandes edições gratuitas em praças abertas com grande público, de 2 a 5 mil pessoas.

Confira as movimentações do Grito Rock Mundo, e faça parte desta intensa e extensa rede de cultura glocal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*