Banco

Índice

1. Apresentação

2. Modo de Organização

3. Objetivos e Metas

4. Calendário de Projetos Estratégicos

5. Descrição de Projetos I Aplicativos Estratégicos

6. Compacto.tec

7. Conselho Gestor

1) Apresentação

O Banco Fora do Eixo tem como principal responsabilidade, o desenvolvimento de aplicativos e ações concernentes a sustentabilidade da rede, criando alternativas para a gestão e distribuição dos mais variados recursos econômicos que dispõe o arranjo do Fora do Eixo. Existente desde o princípio, o Banco tem em sua essência os princípios e valores norteadores da rede Fora do Eixo como fios condutores de suas ações estratégicas, sendo premissa o processo colaborativo, coletivo, compartilhado, humano, criativo e solidário para o desenvolvimento sustentável.

Na configuração organizacional, o Banco se encontra alocado na mediação das demais frentes da rede em conjunto ao Partido (Partido FdE e da Cultura), Universidade Livre (UniFdE e Unicult) e Mídia (Narrativa Livre Fora do Eixo) que somados formam o sistema dos  simulacros Fora do Eixo. Os simulacros traduzem a intersecção necessária entre as frentes mediadoras afim de garantir o equilíbrio entre as dinâmicas e atividades dos pontos e frentes do Fora do Eixo.

2) Modo de organização 

Equipe Gestora:

Distro:Fernanda Queveldo (Casa Sul)

TEC:Débora Bernardes (Casa Minas e Casa das Redes), Cláudia Schulz (Casa Sul), Michelle Andrews (Casa Amz) e Lenissa Lenza (Casas Sp e Casa das Redes), Valéria e Helena (Casa Nordeste)

Agência: Lenissa Lenza (Casa Sp e Casa das Redes), Cláudia Schulz (Casa Sul), Débora Bernardes (Casa Minas e Casa das Redes), Michelle Andrews, Valéria e Helena (Casa Nordeste)

UniFdE / Unicult: Carolina Tokuyo (Casa Sp e Casa das Redes)

PFdE: Marielle Ramires (Casa Sp e Casa das Redes)

Bancult: Lenissa Lenza (Casa Sp e Casa das Redes), Cláudia Schulz (Casa Sul), Débora Bernardes (Casa Minas e Casa das Redes), Michelle Andrews (Casa Amz), Valéria e Helena (Casa Nordeste)

MídiaFdE: Dríade Aguiar (Casa Sp) e Fernanda Quevedo (Casa Sul)

Equipe Geral:

Casa SP – São Paulo (SP): Ísis Maria – isismaria@foradoeixo.org.br e Lenissa Lenza  lenissalenza@foradoeixo.org.br

Casa FdE Sul (RS): Cláudia Schulz – branca@foradoeixo.org.br

Casa Pelotas – Pelotas (RS): Ana Luisa Correard – naluisa88@gmail.com

Casa Santa Maria (RS): Rami Ritter – rami.ritter@gmail.com

Casa Juiz de Fora (MG):Jasmine Giovannini – jasminegiovannini@gmail.com

Coletivo Difusão – Manaus (AM): Beatriz Domingues

Casa Minas – Belo Horizonte (MG):Jasmine Giovaninni jasminegiovannini@gmail.com(31) 2511 3882 e Débora Bernardes – debora@foradoeixo.org.br

Casa das Redes – Brasília (DF): Lenissa Lenza lenissalenza@foradoeixo.org.br e Débora Bernardes debora@foradoeixo.org.br

Casa Fde Amazônia –  Belém (PA):Michelle Andrews – michelleandrews@foradoeixo.org.br

Casa Alagoas Popfuzz (AL):Nina Magalhães

Fora do Eixo (PE): Joane

Timbre Coletivo (SP): Raphaela França – rapha.fderiopreto@gmail.com

Coletivo Colombina (SP): Evandro Camargo – evandrod.camargo@gmail.com

Casa Bauru (Enxame) (SP): Louise Akemi

Casa Fora do Eixo Sanca (SP): Filipe Doranti

CUFA (MT) – Leana Francisca dos Santos – leana.cufamt.cuiaba@gmail.com e Lucas Brites – brites.cufamt.cuiaba@gmail.com

3) Objetivos e metas

01) Criar, Ampliar e Fortalecer a frente dos Bancos na rede

BANCO FdE

1.1 Realizar reuniões quinzenais e semanais, acompanhamento e assessorias (SAAC) às Casas FdE, pontos FdE; Regionais FdE

1.2 Atualizar a versão de 2013 de todos os TEC’s do Banco (bancos de extratos, projetos, editais, Tecnologias, pagamentos, contas a prazo, receitas, formulários de mapeamento, compacto.TEC e etc)

1.3 Ampliar o número de coletivos com caixa coletivo

1.4 Ampliar o número de coletivos com CNPJ

1.5 Ampliar o número do cadastro de hospedagens culturais

1.6 Ampliar o número de coletivos utilizando compacto.TEC’s e o banco de tecnologias, bem como atualizações dos TEC’s na página da Wiki

1.7 Ampliar o número de coletivos elaborando projetos e inscrevendo em editais

1.8 Ampliar o número de coletivos cadastrados e operantes no Conta Comum

1.9 Ampliar o número de coletivos com moeda complementar

1.10 Ampliar o número de coletivos com bancos de freelas e oportunidades de serviços pra difundirmos via Pregão

1.11 Ampliar o número de serviços próprios da rede (eventos, shows, banquinhas, bazar, locações e etc)

1.12 Ampliar o número de parceiros integrados na rede de trocas colaborativas dos coletivos

1.13 Ampliar o fortalecimento de fornecedores estratégicos integrados a rede fora do eixo.

1.14 Desenvolver o programa Banco de Estímulo afim de aprimorar a sistematização do investimento da rede dentro e fora dela.

1.15 Ampliar e qualificar as plataformas de difusão e compartilhamento tais como Wiki FdE, DOFE, Site de Projetos buscando criar uma plataforma pra cada aplicativo e integrá-los no portal FdE na página do Banco.

1.16 Realizar Pesquisa sobre o investimento dos governos estaduais públicos na cultura brasileira, como foi realizado em 2010.

UNI FdE

1.17 Realizar Observatórios, Imersões, Vivências, Colunas e Cartilhas com foco nas atividades do Banco

1.18 Mobilizar pelas listas dos bancos de email e Facebook

1.19 Mapear e convidar pensadores e fazedores de bancos na perspectiva de uma economia colaborativa, coletiva, solidária  do conhecimento, criativa  da vida, sensível e diferenciada, para integrá-los ao Banco de experiências e corpo docente.

1.20 Elaborar e difundir artigos, pesquisas, cartilhas, entre outros documentos focados no tema economia da cultura inserindo no banco de estudos e cartilhas.

1.20 Elaborar e inscrever projetos da UniFdE em editais e na Lei Rouanet

1.21 Captar recursos para os projetos da UniFdE

1.22 Mapear experiências de formação da rede (oficinas, mini-conferências)

1.23 Mapear as demandas de formação da rede

1.24 Mapear estudos que estão sendo realizados sobre a rede

1.25 Elaborar grupo de estudos sobre temas relacionados ao banco como Leis de financiamento (Rouanet e etc), moedas sociais, entre outros.

PARTIDO FORA DO EIXO

1.26 Implementar unidades de simulacros (Banco, UniFdE, PCult e Mídia) em pelo menos  40% dos  pontos Fora do Eixo

1.27 Atualizar banco de contatos com informações sobre todos Pontos Fora do Eixo, com descrição dos integrantes do núcleo durável dos coletivos

1.28 Mapear Pontos Parceiros que fazem parte do ACL (Arranjos Coletivos, Criativos e Colaborativos Locais) nos territórios que possuem Pontos Fora do Eixo

1.29 Identificar integrantes dos Colegiados Regionais e das Casas Fora do Eixo Regionais

1.30 Elaborar / auxiliar a elaboração de projetos estratégicos da rede com vistas à captar recursos junto a parceiros, editais e outros

1.31 Articular / promover parcerias estratégicas, em especial, nas regionais onde há Casas Fora do Eixo

1.32 Montar 01 Compacto.tec do Partido da Cultura para registro e sistematização das  ações

1.33 Elaborar o sistema das casas FdE afim de aprimorar as tecnologias de suporte à sustentabilidade da rede.

1.34 Garantir assistência aos pontos, coletivos e parceiros via SAAC

1.35 Elaborar e atualizar Banco Oficial de Pontos FdE 2013

SIMULACROS FdE

1.36 Elaboração, aprimoramento e  atualização do Banco de Tecnologias (Wiki)

1.37 Lançar formulário de mapeamento para elaboração de relatórios semestral por parte dos coletivos

1.38 Aprimorar e sistematizar o andamento dos coletivos no Banco de Acompanhamentos.

MÍDIA

1.39 Difusão de campanhas

1.40 Cardápios do Banco para aplicação em plataformas

1.41 Divulgação das cartilhas

1.42 Estimular os coletivos a divulgarem suas ações na frente do Banco

1.43 Criar plataformas por aplicativo e geral do Banco

1.44 Diagramar e publicar relatórios econômicos em geral do Banco

1.45 Ocupar espaços estratégicos nos veículos de comunicação da rede

1.46 Mapear e ocupar veículos de comunicação externos, que possam ser ocupados com pautas do Banco

DISTRO FdE

1.47 Estimular todas as Banquinhas Fora do Eixo a produzirem o seu Compacto.TEC

1.48 Fortalecer as formas de negociação e prestação de contas das vendas de produtos com fornecedores externos

1.49 Fortalecer as negociação em Card e também a utilização de logos nos projetos realizados

1.50 Publicar relatório mensal da movimentação financeira da Distro

1.51 Criar cardápio da Distro para Festivais

1.52 Ampliar e fortalecer o mapeamento de produtos disponíveis na banquinha, introduzindo agentes nas redes de trocas, vendas e doações de diversos materiais como mobília, roupas e etc.

1.53 Ampliar o leque de atuação da banquinha em outros eventos para além da rede FdE, inclsuive, criando lojas de vendas, trocas e etc nas próprias sedes dos coletivos.

1.54 Buscar criar sistema de pagamento virtual para facilitar as vendas e definir contas bancárias próprias para o recebimento da venda de produtos.

MÚSICA FdE

1.55 Assessoria de bancos de dados e metodologias para a sistematização das Tecnologias Sociais da Música Fora do Eixo

1.56 Inscrição de projetos da Música em editais e concursos

1.57 Mapeamento de projetos estratégicos na área de música visando a captação de recursos, em Card e Reais

1.58 Assessoria na elaboração de projetos para captação de recursos

1.59 Ampliação de parceiras com o segundo setor para os projetos da Música

1.60 Geração de indicadores consistentes para balanço final do ano a partir de Compacto.Tecs de festivais, eventos entre outros

BANCO DA CULTURA

1.61 Criar lista do Banco da Cultura

1.62 Ampliar repertório acerca do tema

1.63 Conectar agentes que trabalhem e atuem na área da economia criativa, coletiva e colaborativa

1.64 Criar banco de agentes e parceiros do BanCult

1.65 Consolidação da rede de patrocinadores

1.66 Geração de indicadores consistentes para balanço final do ano a partir de Compacto.Tecs de festivais, eventos entre outros

CLUBE DE CINEMA

1.67 Assessoria na elaboração de projetos de audiovisual

1.68 Estimular os coletivos a inscreverem seus projetos audiovisuais em editais

1.69 Ampliação do diálogo com parceiros e fornecedores locais dos coletivos.

1.70 Mapeamento de agentes e parceiros (realizadores, cineclubes, distribuidoras) – Banco de Parceiros

1.71 Assessoria para criação de ferramentas de sistematização e coleta de dado

1.72 Realização de vídeos temáticos dos projetos estratégicos do Banco

1.73 Potencializar a frente audiovisual nos coletivos, na perspectiva da geração de recursos

1.74 Assessoria na elaboração de estratégias para a sustentabilidade dos projetos estratégicos

1.75 Geração de indicadores consistentes para balanço final do ano a partir de Compacto.Tecs de festivais, eventos entre outros

PALCO FORA DO EIXO

1.76 Assessoria na elaboração de projetos na área de artes cênicas

1.77 Estimular os coletivos a inscreverem seus projetos de artes cênicas em editais

1.78 Ampliação do diálogo com parceiros e fornecedores locais dos coletivos

1.79 Mapeamento de agentes e parceiros – Banco de Parceiros

1.80 Assessoria para criação de ferramentas de sistematização e coleta de dados

1.81 Geração de indicadores consistentes para balanço final do ano a partir de Compacto.Tecs de festivais, eventos entre outros

FORA DO EIXO LETRAS

1.82 Assessoria na elaboração de projetos na área de letras.

1.83 Estimular os coletivos a inscreverem seus projetos de letras em editais

1.84 Ampliação do diálogo com parceiros e fornecedores locais dos coletivos

1.85 Mapeamento de agentes e parceiros – Banco de Parceiros

1.86 Assessoria para criação de ferramentas de sistematização e coleta de dados

1.87 Geração de indicadores consistentes por projetos para balanço final do ano

FORA DO EIXO SOFTWARE LIVRE

1.88 Assessoria na elaboração de projetos na área de software livre.

1.89 Estimular os coletivos a inscreverem seus projetos de software livre em editais

1.90 Ampliação do diálogo com parceiros e fornecedores locais dos coletivos

1.91 Mapeamento de agentes e parceiros – Banco de Parceiros

1.92 Assessoria para criação de ferramentas de sistematização e coleta de dados

1.93 Geração de indicadores consistentes para balanço final do ano a partir de Compacto.Tecs de festivais, eventos entre outros

1.94 Pesquisa de ferramentas em software livre aplicadas para a sistematização e gestão de recursos

NÓS AMBIENTE

1.95 Assessoria na elaboração de projetos na área de meio ambiente

1.96 Estimular os coletivos a inscreverem seus projetos de meio ambiente em editais

1.97 Ampliação do diálogo com parceiros e fornecedores locais dos coletivos

1.98 Mapeamento de agentes e parceiros – Banco de Parceiros

1.99 Assessoria para criação de ferramentas de sistematização e coleta de dados

1.100 Geração de indicadores consistentes para balanço final do ano a partir de Compacto.Tecs de festivais, eventos entre outros

1.101 Fortalelecimento da frente através de ações afirmativas nos coletivos

1.102 Mapeamento e sistematização de ações que já existem

1.103 Lançamento do cardápio Nós Ambiente

1.104 Programa de consultoria para os coletivos

1.105 Obter indicadores sobre impacto ambiental dos eventos e propor uma lista de ações sustentáveis, Banco verde, integrado ao cardápio.

1.106 Sistematizar práticas do “NósAmbiente” nas Residências Culturais/Casas/coletivos

POÉTICAS VISUAIS

1.107 Assessoria na elaboração de projetos na área de poéticas visuais

1.108  Estimular os coletivos a inscreverem seus projetos de artes visuais em editais

1.109 Ampliação do diálogo com parceiros e fornecedores locais dos coletivos

1.110 Mapeamento de agentes e parceiros – Banco de Parceiros

1.111 Assessoria para criação de ferramentas de sistematização e coleta de dados

1.112 Geração de indicadores consistentes para balanço final do ano a partir de Compacto.Tecs de festivais, eventos entre outros

1.113 Elaboração e concepção das identidades visuais e peça gráficas do Banco

02) Replicar as tecnologias / aplicativos / projetos estratégicos do Banco na rede visando ampliar o volume de recursos e aperfeiçoar sua utilização;

BANCO

2.1 Elaborar novas tecnologias e aplicativos de gestão de sustentabilidade

2.2 Auxiliar e assessorar os coletivos nos processos de gestão financeira

2.3 Fortalecer o Núcleo de Elaboração de Projetos através de gestão compartilhada entre as Casas

2.4 Fortelecer o projeto Conta Comum como aplicativo de gestão compartilhada entre as Casas para difundir e replicar nos coletivos

2.5 Estimular a utilização e experimentação dos coletivos do Compacto.TEC

UNIVERSIDADE FDE

2.6 Promover vivências de agentes da rede na Casas FdE

2.7 Estimular os coletivos a desenvolverem suas cartilhas sobre seus processos de gestão e aplicativos desenvolvidos

2.8 Fortalecer a Wiki como a plataforma oficial de Banco de Tecnologias da rede

2.9 Elaborar cartilhas para todos os aplicativos desenvolvidos pelo Banco

PARTIDO FDE

2.10 Acompanhar a implementação dos aplicativos e tecnologias nos coletivos através das Casas FdE

2.11 Fazer reuniões de diagnóstico por meio do Serviço de Acompanhamento e Atendimento aos Coletivos (SAAC) através das solicitações dos mesmos

2.12 Utilização dos grupos do facebook para compartilhamento das tecnologias

MÍDIA

2.13 Difundir as tecnologias desenvolvidas nos canais de comunicação oficiais da rede

2.14 Aplicar as tecnologias de sistematização e mapeamento para geração de indicadores da frente

2.15 Assessorar na sistematização e mapeamento de tecnologias sociais na área de comunicação

MÚSICA

2.16 Aplicação das tecnologias desenvolvidas para fortalecimento da cadeia produtiva da música

2.17 Mapeamento e sistematização de tecnologias desenvolvidas a partir da linguagem

CLUBE DE CINEMA

2.17 Aplicação das tecnologias desenvolvidas para fortalecimento da cadeia produtiva do audiovisual.

2.18 Mapeamento e sistematização de tecnologias desenvolvidas a partir da linguagem

PALCO FDE

2.19 Aplicação das tecnologias desenvolvidas para fortalecimento da linguagem

2.20 Mapeamento e sistematização de tecnologias desenvolvidas a partir da linguagem.

FORA DO EIXO LETRAS

2.21 Aplicação das tecnologias desenvolvidas para fortalecimento da linguagem

2.22 Mapeamento e sistematização de tecnologias desenvolvidas a partir da linguagem

POÉTICAS VISUAIS

2.23 Aplicação das tecnologias desenvolvidas para fortalecimento da linguagem

2.24 Mapeamento e sistematização de tecnologias desenvolvidas a partir da linguagem

NÓS AMBIENTE

2.25 Aplicação das tecnologias desenvolvidas para fortalecimento da linguagem

2.26 Mapeamento e sistematização de tecnologias desenvolvidas a partir da linguagem

03) Estabelecer o conceito do Banco da Cultura na rede Fora do Eixo;

BANCO FDE

3.1 Identificar iniciativas que estejam ligadas ao conceito de economia criativa, coletiva, colaborativa e ao Banco da Cultura.

3.2 Fortalecer a relação com empreendimentos do movimento de economia solidária

3.3 Sistematização das tecnologias sociais desenvolvidas dentro e fora da rede

3.4 Sistematizar e contabilizar semestralmente os investimentos em cards por frente, projetos e regionais.

UNIVERSIDADE FDE

3.5 Realização de observatórios sobre BanCult

3.6 Pesquisa de textos, artigos e estudos sobre o assunto

3.7 Elaboração de programas de vivências para agentes e parceiros interessados

3.8 Elaboração de textos e artigos sobre economia criativa e solidária dentro da rede

PARTIDO FDE

3.9 Promover eventos de integração e trocas de experiências na área

3.10 Levar a pauta Banco da Cultura para eventos de mobilização e formação política (Congressos Regionais)

3.11 Pautar o poder público com propostas de projetos de economia criativa, coletiva e colaborativa

MÍDIA

3.13 Difundir o conceito de Banco da Cultura nas redes sociais

3.14 Divulgação de projetos e ações que atuem na perspectiva do Banco da Cultura

3.15 Mapear e sistematizar ações que trabalhem com o conceito de midias livres voltado para a economia do conhecimento

3.16 Ocupar a news dos simulacros com pautas do Banco da Cultura

3.17 Ocupar a Pos TV com a pauta do BanCult, trazendo convidados e parceiros estratégicos para tratarem do tema

DISTRO

3.18 Potencializar as Banquinhas dos coletivos, para que essas integrem feiras  e eventos de economia solidária

3.19 Elaborar estratégias de distribuição de conhecimento: cartilhas, textos, tecs, oficinas, etc

MÚSICA

3.20 Sensibilização de artistas, bandas e produtores em relação a inserção da cadeia produtiva da música no cenário da economia da cultura

3.21 Levar a pauta do Banco da Cultura para os debates que ocorrerão nos festivais e eventos

CLUBE DE CINEMA

3.22 Realização de vídeos sobre o BanCult

3.23 Sistematizar e divulgar os projetos e empreendimentos audiovisuais que dialoguem com a economia solidária

3.24 Ocupar os debates das Sedas com a pauta do Banco da Cultura e Cadeia Criativa do Audiovisual

04) Fortalecer a moeda social Fora do Eixo Card na rede.

BANCO FDE

4.1 Assessorar coletivos que tenham dúvidas a respeito do funcionamento do Sistema Fora do Eixo Card

4.2 Sistematizar as experiências desenvolvidas na rede com a moeda complementar

4.3 Desenvolver junto as Casas as tecnologias para a manutenção dos sistema FdE Card

4.4 Atualizar a Cartilha Monte sua Moeda

4.5 Lançar o Site Cardápio FdE Card

4.6 Lançar o Banco de serviços

4.7 Lançamento do PBI – Programa Banco de Estímulo

4.8 Assessorar e estimular os coletivos no lançamento de suas moedas físicas

UNIVERSIDADE FDE

4.9 Elaboração de editais de vivência que integrem o Programa Banco de Estímulo

4.10 Elaboração de textos e artigos que explanem sobre o FdE Card e o sistema de trocas da rede

4.11 Realizar Observatórios sobre o Card

PARTIDO FDE

4.12 Sensibilizar parceiros, empreedimentos, comércios e prestadores de serviços sobre o funcionamento do Fora do Eixo Card

4.13 Promover o nivelamento dos coletivos em relação ao sistema Fora do Eixo Card

4.14 Elaborar processos de avaliação da implementação do Fora do Eixo Card nos coletivos

4.15 Acompanhamento e consultoria sobre o Fora do Eixo Card com todos os coletivos através das Casas

4.16 Estimular os coletivos a participarem do Programa Banco de Estímulo

MÍDIA

4.17 Aplicar a marca Fora do Eixo Card como financiador em todas as ações desenvolvidas pela rede

4. 18 Divulgar e difundir os indicadores de movimentação ao longo do ano, para projetos e frente temática/mediadora

4.19 Ocupar programas da PosTV com a pauta do Fora do Eixo Card

4.20 Mapear projetos que possam ser traduzidos através do Programa Banco de Estímulo

4.21 Divulgar o Programa Banco de Estímulo

DISTRO

4.22 Sistematizar e gerar indicadores da movimentação financeira em Cards das Banquinhas da rede

MÚSICA

4.23 Integrar mais artistas ao sistema Fora do Eixo Card

4.24 Sistematizar e gerar indicadores dos investimentos em Cards nos projetos estratégicos da frente

4.25 Estimular a utilização do card em festivais e eventos

4.26 Difundir e divulgar o investimento em cards promovido pela cadeia produtiva da música

4.27 Aproximar e sensibilizar artistas a lógica do sistema Fora do Eixo Card

CLUBE DE CINEMA

4.28 Integrar e aproximar parceiros e agentes da cadeia criativa do audiovisual a lógica do Fora do Eixo Card

4.29 Pautar o desenvolvimento de uma cadeia criativa do audiovisual através da moeda complementar

4.30 Divulgar nos materiais audiovisuais realizados pelo CdC os investimentos feitos em Card

4.31 Gerar indicadores dos investimentos em Card realizados pelos projetos do Clube de Cinema

PALCO FORA DO EIXO

4.32 Integrar mais artistas ao sistema Fora do Eixo Card

4.33 Sistematizar e gerar indicadores dos investimentos em Cards nos projetos estratégicos da frente

4.34 Estimular a utilização do card em festivais e eventos

4.35 Difundir e divulgar o investimento em cards promovido pela cadeia produtiva das artes cênicas

4.36 Aproximar e sensibilizar artistas a lógica do sistema Fora do Eixo Card

4) Calendário / Projetos Estratégicos

Calendário Banco FdE 2013

5) Descrição de projetos estratégicos

1 – ::Compacto.TEC::O Compacto.TEC é Coquetel de planilhas que visa a sistematização da pré, produção e pós de qualquer atividade. O Compacto.TEC incentiva o exercício à decupagem, explicitação e registro de todos os ítens necessários para garantir um projeto. Esse processo auxilia na qualificação do planejamento e execução, além do registro fundamental para o compartilhamento do conteúdo na rede e fora dela. O Compacto.TEC se transforma em um aplicativo que potencializa as demandas de sistematização, fundamental pra garantirmos o mapeamento e geração de dados para o desenvolvimento da rede. TEC é como chamamos qualquer documento, planilha, imagens, arquivos e etc que são registrados e finalizados. Eles são a base para toda sistematização das atividades da rede, garantindo os códigos de informações gerados pelas atividades. Um dos TEC’s bem utilizados são os formulários de mapeamentos que garante a organização e melhor visualização das informações de modo sistêmico, facilitando os encaminhamentos das operações. O Banco de TEC (Tecnologias) cumpre a função de armazenar todos os TEC’s produzidos na rede, facilitando a busca, a pesquisa e o compartilhamento do conteúdo de tecnologias global gerado na rede.

> Lançado como campanha junto as plataformas existentes em bloco da rede como Grito Rock, Seda, Festivais, entre outros;

[Compacto.TEC Banco FdE]

[Modelo de Compacto.tec]

[Cartilha Monte seu Compacto.tec]

[Banco de Tecnologias]

[Modelo do Banco de Extratos]

2 – WikiFdE:: A WikiFdEé uma plataforma de conteúdo colaborativo que difunde e compartilha tecnologias, aplicativos e informações de todas as frentes e simulacros que constituem o modo de organização do Fora do Eixo. A Wiki funciona como um banco de tecnologias livres que  amplia para a colaboração de novas atualizações, aprimorando o desenvolvimento dos aplicativos implementados em cada ponto da rede. A idéia é trazer cada vez mais colaboradores para produzir conteúdos a partir das tecnologias, conceitos e informações disponibilizadas na plataforma. A WikiFdE é trabalhada numa intersecção entre a Uni e o Banco, simulacros do Fora do Eixo.

3 – ::Caixa Coletivo::O Caixa coletivo é um dos aplicativos do Banco com vistas à estimular o compartilhamento, trocas e decisões coletivas sobre os recursos que garantem o fluxo do dia a dia. O projeto gera a conscientização de gastos e investimentos, além de garantir a ampliação de recursos tangíveis e intangíveis circulando dentro do coletivo. A participação no caixa coletivo se dá tanto de modo permanente, pela integração no núcleo durável com participação integral em todas as decisões, diretrizes e encaminhamentos do grupo, como de modo temporário, como rateios coletivos para um fim específico. O Banco de balanço financeiro/econômico, garante o registro (em card e R$) de todas as transações executadas pelo Caixa coletivo, além dos compacto.TEC’s que registram as atividades onde se opera o rateio coletivo.

[Cartilha]

4 – ::Hospeda Cultura::A Hospedagem Solidáriaé um aplicativo que fortalece as trocas entre a rede e fora dela, garantindo a vivência e a viabilidade da estada entre os agentes culturais envolvidos. Cada Ponto Fora do Eixo se configura em um ponto de hospedagem solidária que mobiliza mais uma série de parceiros integrados na empreitada. O Hospeda Culturase transforma em uma Campanha global, integrando cada vez mais países da América Latina como Argentina, Uruguai, México, Chile, entro outros. Anualmente o  Banco desenvolve campanhas específicas de acordo com os projetos / plataformas existentes na rede  através de formulários por regiões, qualquer pessoa pode se cadastrar como ponto de hospedagem. As regras são simples e o objetivo inicial é fortalecer o mapeamento identificando toda a rede de possibilidades para aprimorar o uso das mesmas.

> Lançado como campanha junto as plataformas existentes em bloco da rede como Grito Rock, Seda, Festivais, entre outros;

> Lançamento global previsto para junho com o modelo, cartilha, mídias, mobilização e explicação geral do seu uso.

[Página do Hospeda Cultura no Facebook]

[Compacto.Tec Hospeda Cultura]

[Cartilha Hospeda Cultura]

5 – ::PREGÃO::O pregão  é um aplicativo que visa criar oportunidades de geração de renda (R$ e Card) a partir de uma mini licitação, priorizando os pontos da rede e garantindo a maior circulação interna de moedas. A partir do banco de freelas mapeamos as oportunidades de serviços remunerados que são oportunizados através do Edital do Pregão divulgado no Diário Oficial do Fora do Eixo, cada um com o tema referente ao seu serviço. Estas oportunidades podem ser geradas por empresas e organizações parceiras ou pelo próprio Ponto Fora do Eixo. O pregão pressupõe o trabalho profissional dos agentes envolvidos, sendo importante uma avaliação criteriosa para garantir a confiança e a continuidade da parceria entre o ponto de acesso e o fornecedor que gera a oportunidade do emprego temporário.

> Lançamento específico por atividades estratégicas que surgirem

6 – ::DOFE::O DOFE– Diário Oficial Fora do Eixo é um aplicativo que visa ser o canal de pesquisa de todo o conteúdo finalizado de interesse público da rede. A demanda gerada a partir dos simulacros é o conteúdo essencial do DOFE. Pesquisas, tecnologias, editais, comunicados, balanços, glossário entre outras informações necessárias para garantir a difusão de informações oficiais da rede.

> Atualizações a cada conteúdo novo publicado na NEWS Fora do Eixo

[Diário Oficial FdE]

7 – ::LEGALIZE-SE:: Aplicativo que visa trabalhar a demanda jurídica necessária para o desenvolvimento da rede. O Banco de CNPJ’sé uma das ferramentas desenvolvidas pra mapear e garantir o planejamento pela utilização dos CNPJ’s, bem como orientar o processo de formalização dos coletivos. O Legalize-se fomenta a pesquisa e orientações acerca de leis promovendo a otimização de recursos cabíveis dentro dos processos existentes. Por exemplo, multas de trânsito podem ser recorridas em uma série de aspectos. O processo pode garantir a diminuição de pagamentos de taxas e portanto, de custos. Além disso, garantimos nosso direito enquanto cidadãos.

[Cartilha Legalize-se – em construção]

8 – ::CONTA COMUM:: Aplicativo que trabalha o financiamento colaborativo (empréstimo e apoio, em R$ e Card) na rede. A partir do formuláriode adesão, os pontos e parceiros podem aderir se tornando aptos a emprestar e receber empréstimos do Fundo, garantindo a circulação das moedas na rede. O ponto que financia pode cobrar juros, porém somente em Card (até 1%). O prazo para a devolução do empréstimo é acordado entre as partes. O Conta Comum garante a retroalimentação, a facilidade em operar empréstimos, a garantia da confiança entre os participantes.

[Formulário Conta Comum- Adesão]

[Formulário Conta Comum – Solicitação]

[Cartilha Conta Comum]

9 – ::PROJETE-SE::Aplicativo para o desenvolvimento do mapeamento de editais e oportunidades de captação a partir da elaboração de projetos. Os Bancos de projetos(comerciais) de captaçãoe de editaisgarante a ocupação maior de espaço dos pontos nos editais públicos e negociações privadas, ampliando o diálogo entre o primeiro e segundo setor na rede.

> Lançamento pontual a partir de editais e oportunidades estratégicas

[Banco de Projetos Culturais]

[Banco de Editais e Concursos]

site

10 – ::ACL:: O ACL – Arranjo Criativo/Coletivo/Colaborativo Local é o aplicativo que garante o mapeamento de todos os arranjos criativos/coletivos/colaborativos da rede. A partir do ACL acompanhamos e fomentamos projetos como a montagem de banquinhas, agenciamentos, eventos, palestras e outros serviços referente a setores relativos a força produtiva Fora do Eixo, no intuito de garantir a ampliação dos recursos (R$ e card).

> Lançamentos a partir da demanda dos setores

> Lançamento do mapeamento geral da rede com a periodicidade semestral

> Lançamento do Combo sustentável com todos os projetos do programa de acordo com ações estratégicas

11 – ::FORA DO EIXO CARD – MOEDA (FdE Card):: A moeda complementar fora do eixo cardé umaplicativo que vem como uma alternativa para a geração de recursos em prol do desenvolvimento de projetos autorais da rede. A partir da troca de serviços e produtos, a moeda garante uma rede solidária de trocas que abrange capital tangível e intangível. A moeda complementar fortalece a sistematização dos empreendimentos garantindo a explicitação de todo o recurso movimentado a partir da própria força produtiva da rede, potencializando a auto gestão.

12 – ::PBE:: O Programa de financiamento Banco do Estímulotraz a perspectiva de lançamento de editais que fomentem a cultura fora do eixo, ampliando o potencial de mapeamento, da valorização do Card, do acesso aos recursos, do investimento de parceiros e, consequentemente, do desenvolvimento das ações realizadas de modo sistêmico. O programa busca traduzir melhor a importância do Fora do Eixo Card como principal capital financiador e propulsor da cultura Fora do Eixo.

7) Conselho Gestor

Casa Fora do Eixo BsB – Lenissa Lenza e Débora Andrade

Casa Fora do Eixo SP – Lenissa Lenza e Isis Maria Mineira

Casa Fora do Eixo Sul – Cláudia Schulz

Casa Fora do Eixo Amazonia – Michelle Andrews e Beatriz Domingues

Casa Fora do Eixo Nordeste – Valéria Cordeiro, Thais Andrade e Nina Magalhães

Casa Fora do Eixo Minas – Débora Andrade, Jasmine Giovaninni e Clayton Nobre

PAN – Pontos de articulação Nacional

Bancos dos pontos fora do eixo na lista do Fora do Eixo Card.