Grito Rock no mundo

GRITO ROCK MUNDO AGORA.

por Talles Lopes.

Noite de sábado e a música independente juntando o continente latino ao africano, com nosso lindo Brasil sendo ponte e embaixada de conexão. Neste momento tá rolando Grito Rock no Uruguay, no Norte da Argentina e em Praia no Cabo Verde, além de mais de 40 cidades brasileiras.

URU3-2

Grito Rock 2014 Uruguai

No Uruguai, o Camarones Orquestra Guitarrística representa o Brasil no palco em Cardal, uma cidade do interior do país. No norte da Argentina, bandas estão juntas rodando por 3 cidades neste final de semana, numa conexão inédita para um evento de música independente nesta região.

ARG-2

Grito Rock 2014 Argentina

E em Praia, no Cabo Verde, uma praça completamente lotada acompanha os shows dos artistas locais.

CAboVerde-2

Grito Rock 2014 Praia/Cabo Verde

Por aqui, duas bandas bolivianas (El Parche e Double A) estão rodando o interior de São Paulo.

ELparche-2

Banda El Parche

Por todo o canto, artistas independentes estão se apresentando, produtores articulando e um público carente tendo acesso a música autoral.

A natureza descentralizada e colaborativa do Grito Rock tem feito com que o festival, que começou em Cuiabá e hoje se espalha pelo mundo, pudesse apresentar uma nova visão de festival independente.

Screen Shot 2014-03-16 at 10.52.06 PM

Grito Rock 2014 Cuiabá

Quem vai ser o headliner ou quanto é o valor do projeto aprovado na lei de incentivo, deixaram de ser as perguntas apresentadas e as únicas variáveis para colocar sua cidade no mapa da música global.

A soma de esforços em torno de uma narrativa e a busca em dar visibilidade e abrir espaço pra os novos artistas e produtores criaram oportunidades que não existiam. Num contexto, onde na maioria das cidades show de música autoral é uma raridade, o que nós vemos neste mês de março é uma explosão de novas possibilidades que vai de cidades que tem menos de 30 mil habitantes à Nova York. A música e sua universalidade, une pessoas e rompe fronteiras, para além dos limites de uma sociedade do consumo.

Banda boliviana Dobre A ovacionada no Grito Rock São Carlos (SP)

Banda boliviana Double A ovacionada no Grito Rock São Carlos (SP)

Tudo isso é empurrado pela disposição de muita gente que sempre quis e lutou para que estes espaços existissem, mas que muitas vezes se encontravam sozinhas, isoladas, e que com o Grito Rock enxergaram contemporâneos que comungam destes mesmos desejos, e assim passam a acreditar que podem fazer. E seguem fazendo! Não é atoa, que em muitas cidades, o Grito Rock é o grande festival local de música autoral, e em outras, infelizmente, o único evento com estas características.

Pra entender o que eu to dizendo, basta dar uma olhadinha agora na página do Grito Rock: https://www.facebook.com/FestivalGritoRock

Máximo respeito a todos que se dispõe a acreditar que podemos fazer juntos um outro rolê! Grito Rock é mais que um festival de música, é onde compomos a trilha sonora de um novo mundo possível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*