Apoie o Espaço Comum Luiz Estrela

Em 28 de outubro de 2013 Belo Horizonte ganhou mais uma luz, o Espaço Comum Luiz Estrela. A inauguração de um novo centro cultural autogestionado em um casarão abandonado deu novas perspectivas à vida cultural da capital mineira. Visualizando a urgência de uma arte livre das amarras do mercado e dos mecanismos de incentivo, artistas e ativistas mineiros tomaram para si as rédeas dos processos de transformação e fizeram de um prédio abandonado um centro cultural, tudo de forma coletiva e colaborativa.

fachada

Com uma ocupação que se deu desde o princípio permeada e intrínseca com a arte, a ocupação do prédio foi feita a luz de fantasias e com a mística de uma cena teatral, onde os atores eram os primeiros a ocupar o prédio que estava há 20 anos abandonado.

Desde a abertura das portas e início das atividades, o Espaço Comum Luiz Estrela recebeu centenas de atrações, oficinas, reuniões, assembleias, vivências culturais e até seminários. Mesclando linguagens e tradições, o centro cultural já recebeu cortejo de folia de reis à mutirões de permacultura.

Espaço Comum Luiz Estrela como entreposto da rota da folia de reis Jesus Maria José e seus palhaços marungos

Espaço Comum Luiz Estrela como entreposto da rota da folia de reis Jesus Maria José e seus palhaços marungos

A disputa pela permanência no prédio se deu desde o início da ocupação, em negociações com a polícia militar, ministério público, governo do estado e secretaria estadual de cultura.  Em reuniões e assembleias, a negociação foi sendo feita apresentando os objetivos e propostas do grupo para o espaço que até então se via abandonado. Tudo realizado de forma transparente, com publicação das atas e transmissão ao vivo de reuniões.

planta
Hoje o grupo que ocupa o casarão ganhou a cessão de uso do espaço por 20 anos e dá continuidade às ações de manutenção e programação da casa. Entretanto, visto as fortes chuvas do fim do ano e o estado de conservação do imóvel o prédio foi fechado para a execução de obras de urgência para a segurança da estrutura.

Mesmo com os primeiros reparos já realizados, agora o prédio necessita de um projeto de escoras para se manter de pé. O Espaço Comum Luiz Estrela busca meios colaborativos para financiar o processo de reforma que visa também preservar o patrimônio e restaurar o imóvel tombado seguindo o principio da autogestão e compartilhamento de conhecimento. Para isso,  lança um crowndfounding para viabilizar as escoras emergenciais do prédio.

<iframe src=”//player.vimeo.com/video/86613645″ width=”500″ height=”281″ frameborder=”0″ webkitallowfullscreen mozallowfullscreen allowfullscreen></iframe> <p><a href=”http://vimeo.com/86613645″>Apoie o Casarão do Espaço Comum Luiz Estrela</a> from <a href=”http://vimeo.com/user25087213″>Espa&ccedil;o Comum Luiz Estrela</a> on <a href=”https://vimeo.com”>Vimeo</a>.</p>

Um grupo de arquitetos e engenheiros desenvolveu voluntariamente um projeto para escoramento do interior, da fachada, das laterais e do telhado eliminando riscos de desabamento, e permitindo a permanência do Estrela. Tal projeto vem sendo pensado conforme projeto aprovado pela Diretoria de Patrimônio Cultural de Belo Horizonte.

entre

Na apresentação do pedido de crowdfunding anunciam: “O Espaço Comum Luiz Estrela não tem fundos, nem renda, mas acredita que este sonho é compartilhado e vai se tornar realidade.”.  Anunciam ainda o planejamento já em curso para as próximas etapas da obra com a  implementação de um Laboratório Comum de Pesquisa, Formação, Restauro e Zeladoria que prevê uma série de intervenções a serem desenvolvidas no tempo estimado de dois anos, compreendendo ações de recuperação estrutural do edifício, restauro do bem e pesquisas histórica, antropológica, arqueológica e psicossocial.

O Fora do Eixo acompanha e participa da construção do Espaço Comum Luiz Estrela desde o início de suas atividades e agora apoia a campanha de arrecadação de verbas para o escoramento!

Conheça a campanha no Catarse
Acompanhe as novidades do
Espaço Comum Luiz Estrela
Veja algumas
fotos no espaço tiradas em coberturas da Mídia NINJA.
Assista os vídeos e depoimentos do Espaço Comum Luiz Estrela 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*