Grito Rock BH encerra programação cultural múltipla e diversificada

Reunindo importantes representantes do circuito independente brasileiro, o Grito Rock BH abriu o calendário de atividades do festival em 2014. Black Drawing Chalks e Absinto Muito, tocaram e fizeram vibrar os espaços do Studio Bar na última quinta (20), intercalados à discotecagem do DJ Dante.

10Expressões culturais em misturas, foi a tag noite seguinte (21). A programação musical extrapolou os espaços das casas de shows e foi para dentro da Escola de Samba Cidade Jardim, promovendo um encontro inédito entre o Duelo de MCs e a bateria da própria escola.

Na sequência da noite, a conexão com a América Latina tomou o palco quando CAZUELA DE CÔNDOR(Chile) apresentou seu rock psicodélico de Valparaíso; seguidos do show da banda 12duoito, que encheu a noite com ritmos afrobrasileiros dançantes, rock e letras pulsantes.

2

No sábado o Grito Rock BH integrou a ação sociocultural “Se Essa Quadra Fosse Minha” à sua programação. A área de lazer do Conjunto Santa Maria, em região periférica da cidade, foi espaço da segunda edição a um projeto que já existia e agora se fortalece inaugurando uma agenda de ações culturais na cidade. Em um dos palcos o Grito Hip Hop uniu MC’s e DJs de vários cantos de BH e região metropolitana.

A gurizada se divertiu no Grito Rock BH

A gurizada se divertiu no Grito Rock BH

Marcado pela cultura Hip Hop, shows de rock, intervenções artísticas e provocações no espaço urbano, encerra-se o festival em Belo Horizonte. Abrindo caminhos para que a edição 2015 venha com tudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*