Coluna Mundo Minas apoia incentivo à memória cultural da Zona da Mata

minas1

A região montanhosa de Leopoldina, a “Athenas da Zona da Mata”, reguarda as histórias dos distritos ao redor, que mantêm em seu dia-a-dia os costumes e a tradição de quem está há mais de 300 quilômetros da capital mineira. Palmeiras, vilarejo próximo visitado pela coluna Mundo Minas, é um retrato exato do que se esperar de um “Brasil profundo”. Palavra de ordem no local é a manutenção fervorosa da cultura tradicional e também da cadeia produtiva do arroz – elementos que, lado a lado, movimentam a receita anual gerada por ali.

Quem se aproxima sabe o que encontrar: carros de bois, festivais de fomento à cultura tradicional e as folias de reis, que viraram agenda garantida para os participantes da coluna. Enquanto estiveram no distrito, no período de 18 a 20 de janeiro, presenciaram a 31ª edição do Festival de Folia de Reis, com 11 grupos de toda a zona da mata reforçando tradição do Reisado.

meninos

A juventude e as crianças formavam as suas alas, martelando ao menos nesta geração a continuidade dos ritos que caracterizam Palmeiras e o territórios vizinhos. Para além dos cantos e procissões, a cavalgada também foi acompanhada de perto pelos moradores da Casa Fora do Eixo Minas. As ações fizeram parte da programação do VI Encontro de Tradições Mineiras.

Com a oficina de Cobertura Colaborativa, o agentes apresentaram um repertório de tecnologias voltadas à construção da narrativa a partir pontos de vista individuais, seja por redação, fotografia, audiovisual e outras possibilidades de expressão criativa que traduzam a perspectiva dos participantes. Mais uma ferramenta coletivizada que cumpre o papel de, além de manter viva a memória cultural, fazer com que seu alcance seja ampliado.

+ Leia mais sobre a Coluna Minas e veja a cobertura completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*